fbpx
POLÍCIA - SEGURANÇA PÚBLICA - GUARDA MUNICIPAL

Japonês da FEDERAL é EXPULSO da polícia e pagará multa de 200 mil reais

O juiz SERGIO LUIS RUIVO MARQUES destaca que o “japonês” era um elemento de destaque, que escolheu o tipo de mercadoria que aceitaria facilitar e ainda fixou o preço da propina, diz o Juiz sobre o Japonês da Federal, conhecido de quase todos os brasileiros por aparecer em imagens conduzindo presos da Operação Lava jato. O japonês foi acusado de envolvimento em uma quadrilha composta por 22 agentes da PF que facilitavam a entrada de contrabando no país, entre outros crimes.

“Há que se ressaltar que o réu Newton Hinedori Ishii é determinado, quando o assunto é cobrar propina para facilitar o contrabando/descaminho. No caso, Newton Japonês escolheu o tipo de mercadoria que aceitaria facilitar e, ainda, fixou o preço da propina a ser cobrada pela omissão na atribuição de combater o crime que lhe foi conferida pelo Estado”

Diz a sentença: “Ante o exposto…  e condeno NEWTON HIDENORI ISHII ao pagamento de multa civil no valor de 40 vezes a média da renda autodeclarada, perfazendo um total de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais …) … Impõe-se, ainda, a pena de perda do cargo de Policial Federal. Isso porque a conduta por ele perpetrada foi de extrema gravidade … 

… É de se destacar que Newton Japonês exercia papel de destaque na Organização Criminosa, exercendo grande influência nas atividades delituosas. Era grande partícipe, não somente sendo citado pelos contrabandistas mas também sendo reconhecido como o próprio interlocutor de diversas ligações interceptadas, motivo pelo qual majoro a pena de multa civil em 40 vezes o salário percebido pelo réu na época.”

Revista Sociedade militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top