Eventos, debates, cursos, palestras ...

“Desconfortável” – Congresso de GRADUADOS causa apreensão em Brasília

“Desconfortável” – Congresso de GRADUADOS causa apreensão em Brasília

A palavra usada por um militar para se referir ao CONGRESSO DE ASSOCIAÇÕES de Militares que ocorrerá na próxima semana em Brasília foi “desconfortável”.

Um oficial superior encontrado em um corredor do Congresso Nacional declarou a Revista Sociedade Militar que “parece que eles convidaram Presidente, Vice-Presidente, Senador… que eu saiba isso nunca aconteceu antes. Não que sejam obrigados a comunicar superiores…  preocupa também esse boato sobre outro protesto na frente da casa do Presidente da República… sem dúvida é algo desconfortável para algumas autoridades… ”.

Outro militar ouvido, ligado a um deputado federal militar, declarou que “… associações de militares acertaram em não chamá-los (comandantes), eles não representam mesmo a tropa …”.

O clima anda meio tenso realmente, sargentos e suboficiais da reserva circulam pelos corredores do congresso tentando convencer parlamentares a modificar um projeto de lei (Pl1645/2019) que agrada muito os generais. Portanto, é inegável que pelo menos no que diz respeito a esse assunto há dois grupos em um grande embate.

Não é a primeira vez que a politização de militares ocorre no país. A coisa quase sempre vem depois do que a tropa considera como alguma injustiça praticada contra a tropa ou em consequência de um arrocho salarial e em todas as vezes que houve causou desconforto nos chamados ALTOS COTURNOS. Em 1991, pouco após o regime militar, militares da reserva das Forças Armadas – e até alguns da ativa – realizaram grande concentração em frente ao Comando Militar do Leste. A coisa – organizada com a ajuda de Jair Bolsonaro – gerou grande constrangimento para os chefes militares.

Bolsonaro – Pioneiro na Associação de Militares para fins políticos

É verdade que a organização do Congresso de Associações enviou convites para o Presidente da República e para seu vice, Hamilton Mourão. A presença de Bolsonaro é significativa não só pelo fato de ser Presidente da República, mas também pelo fato de ser o primeiro líder de associações de militares a chegar ao cargo máximo do executivo nacional. Jair Bolsonaro foi Vice-Presidente de associação de Militares da reserva e em 1989 lutou muito para que uma federação de associações de militares (FAMIR) pudesse representar nacionalmente a tropa diante do Ministério da Defesa.

A Revista Sociedade Militar apurou junto à Câmara dos Deputados que alguns parlamentares foram convidados e que o deputado Professor Joziel já confirmou a presença, além de Átila Maia, que recebeu mais de 135 mil votos ao concorrer para o Senado pelo Distrito Federal. O senador Izalci também está entre os que vão comparecer.

O evento, que a princípio seria em um clube militar, acontece entre 13 e 14 de agosto de 2019 em um RESORT em Brasilia e é organizado pelas associações ABBMP e AMIGA.

Revista Sociedade Militar

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessados da semana

To Top