fbpx
Militares/Leis/regulam,

Acusações falsas contra Revoltados ONLINE. Mídia esquerdista menciona cada vez mais os intervencionistas e membros da mobilização anti-pt. Armadilha?

Compartilhe

Mídia esquerdista menciona cada vez mais os intervencionistas e membros da mobilização anti-pt. Armadilha?

Acusações contra REVOLTADOS!

O que tem acontecido nesses últimos dias nos leva a crer que a mídia esquerdista está tentando dar visibilidade à oposição para depois denegri-la de diversas formas, principalmente àquela que tem ido para as ruas, e ousou entrar no Congresso.

Já se passaram várias semanas depois da última manifestação anti-Dilma e veículos como Estadão e 247 ainda falam incisivamente sobre o movimento que chamam de intervencionista.

O que pretendem com isso? Ninguém daria “ibope” para movimentos de direita ou conservadores sem que haja um “bom” motivo por traz disso.

O ex presidente Lula, bem como toda a cúpula esquerdista da América Latina estão bastante preocupados com o levante da oposição. O PT já se considera derrotado no próximo pleito e recentemente implorou a seus militantes que voltem a contribuir e militar mais agressivamente.

É notório que a sociedade não é mais a mesma de ha doze anos. O declínio do PT é evidente e pode-se esperar um contra ataque pesado em cima de todos aqueles que lutam para extirpar esse câncer que corroi o país.

Na semana passada o site 247 deu destaque ao título “Golpe Liderado por Lobão tem chance de Prosperar”” e ontem o Estadão entrevistou Marcello Reis, administrador da página Revoltados ONLINE.  O articulista fez questão de mencionar que Reis teria exigido que o encontro fosse realizado em um Restaurante de luxo. Reis, junto com Lobão, é um dos “cabeças” do movimento em oposição às falcatruas perpetradas pelo atual governo. Lobão e Marcello já informaram que não apóiam uma intervenção militar.

Reis que é cada vez mais atacado, principalmente nas redes sociais, diz: até o ano passado acreditei que a intervenção poderia ser uma possibilidade, mas primeiro temos que tentar todos os atos democráticos, para depois chegara a uma instância dessas.

Não há dúvida de que Marcello Reis é agora uma pedra no sapato do PT. Ha muito que não se via no congresso uma oposição tão corajosa como a que ocorreu quando ele e seu grupo estiveram no local. Seria de se esperar que tentassem destruir sua reputação, iniciando a já costumeira campanha de calúnia e infâmia, usada contra Aécio Neves e todos os outros que já ousaram entrentar o ParTidão.

Há algumas semanas recebemos denúncia de que o líder do Revoltados ONLINE, Marcello Reis, seria réu condenado por tráfico de drogas, recorrendo em liberdade. E que por isso agora assinava Marcello, com dois “L”. Os dados do processo seriam:  007838-61.2012.8.26.0361 – Procedimento Ordinário – Tráfico de Drogas e Condutas Afins – Réu: Marcelo Cristiano dos Reis. Outro colaborador nos informou que a denúncia está publicada na página F. Online, no facebook.  Veja ao lado.

Ficamos extremamente preocupados, principalmente por que a esquerda, caso a informação fosse verídica, teria uma grande arma em mãos, que certamente abalaria o movimento, que está em franco crescimento. Mas, obviamente, não publicaríamos denúncia tão grave sem atestar a veracidade da informação. Questionamos o próprio Marcello Reis sobre o fato, mas ainda não obtivemos resposta. Contudo, um amigo de São Paulo , com acesso ao sistema local, nos forneceu algumas informações importantes, que atestaram o que já desconfiávamos. Se trata de mais uma falsa acusação, o réu em questão é outra pessoa, nascida em 18/12/1993, que tem apenas 21 anos. Portanto, é obvio que não poderia ser Marcello Reis do Revoltados Online. Veja Abaixo.

A Comunidade Revoltados ONLINE cresceu inicialmente tendo como um dos seus pilares a proposta intervencionista. Pelo que entendemos, acreditavam que poderia-se de alguma forma convencer os militares das Forças Armadas a assumir o controle do país. A idéia era algo como fechar o Congresso, prender todos os políticos corruptos e depois de algum tempo retornar o país à normalidade democrática. No momento a comunidade online parece chegar a um consenso, de que deve-se tentar todas as vias democráticas possíveis. Observamos que aos poucos as solicitações de intervenção diminuem no grupo Revoltados Online e em outros vários “congêneres”.

É evidente que a comunidade já entendeu que estratégia agora é colocar o povo nas ruas para alcançar os objetivos propostos, e que isso é perfeitamente possível.

As principais demandas são investigação nas urnas eletrônicas, Impeachment e apuração rigorosa do caso Petrobrás e derivações do mesmo.

As comunidades citadas acima congregam um número enorme, são mais de 500 mil pessoas terrivelmente decepcionadas com a atual situação, a ponto de cogitarem em algum momento a possibilidade de ação dos militares. Urnas não auditáveis, corrupção generalizada, desarmamento da sociedade honesta, aliança com líderes radicais como Maduro e Fidel e afinidade com movimentos paramilitares como o MST, dão a muita gente a idéia de que o PT só deixa o governo por meio de uma ação radical. Para se ter uma ideia de a que ponto as coisas estão chegando, vejam esse texto de Jair Bolsonaro, de terça-feira (16/12). Nele o Deputado deixa bem claro que acredita que o PT só sai do Planalto na base da força bruta.

“… o “cancro vermelho” não será erradicado com bonitos e elucidativos textos ou com eleições informatizadas. O PT já foi longe demais para entregar para a oposição de forma pacífica o poder. Mais cedo ou mais tarde, a contragosto de muitos e torcendo eu para estar errado, algumas doloridas doses de Benzetacil podem ser aplicadas para salvar nossa democracia. Ou alguém aponte outro motivo pelo qual nossas Forças Armadas são caluniadas nos últimos 20 anos?”

Se um número tão grande de pessoas pede esse “reset”, aplicado pelos militares, é sinal que para eles a democracia fracassou mesmo no Brasil.

Já dissemos aqui: Em uma democracia ninguém pode ser desprezado. A direita tem como característica valorizar a liberdade de expressão e o individualismo. Apologia à uniformidade é coisa de esquerdista. Se a liderança que agora surge for realmente perspicaz, digna de permanecer a frente de tão grande grupo, saberá valorizar cada opinião como parte importante do movimento. É importante entender a “voz das ruas” . O que o resumo das demandas nos apresenta, qual é a frase que resumiria tudo? 

Para nós a frase seria algo como: “De alguma forma tirem o PT do governo, esse partido está destruindo o Brasil de todas as maneiras possíveis“.

Direitistas como Reinaldo Azevedo e Felipe Moura Brasil dizem que são poucos os que pedem intervenção, dão a entender que os intervencionistas indiretamente são aliados do PT e que o discurso em apologia à revolta armada acaba fazendo o partidão parecer democrático. E Isso faz sentido. A esquerda já faz o contrário, parece querer se aproveitar do momento, e tentam jogar mais lenha na fogueira, que já está em chamas. Falam em Golpe e até em participação de Militares na tal empreitada golpista. Talvez pretendam, com essa estratégia, apressar a consecução dos planos esquerdolóides para o Brasil. Pintando de monstro a cara da oposição pode-se sim aumentar a avidez da malta de idiotas úteis, assalariados ou não, em destruí-la. O recado enviado pela mídia engajada, para a militância é, estamos em uma guerra e os adversários estão se mobilizando para dar o “golpe”, precisamos agir rápido.

Uma rápida radicalização dos movimentos de esquerda que apoiam o Partido dos Trabalhadores seria uma eficaz alavanca para gerar o caos, dando a desculpa que a intelligentsia esquerdoloide deseja para aumentar o controle sobre a mídia e sociedade.

Robson A.D.Silva

Compartilhe

Mais acessados da semana

To Top