fbpx
Militares/Leis/regulam,

Manifestação na PAULISTA emudece imprensa e deixa governo SOBRESSALTADO.

Compartilhe

Na avenida, sem sombra de dúvida, havia mais de 30 mil pessoas, o que torna o movimento desse sábado a maior manifestação desde os eventos do ano passado. Como a mídia sonega as informações fechamos com algumas pessoas e iniciamos a transmissão online pelo site Sociedade Militar. Depois de meia hora de transmissão a empresa que contratamos para administrar o sistema nos informou que recebemos inúmeros ataques DDoS com intenção de derrubar o site. Infelizmente o sistema não aguentou, e como não temos condições de arcar com os custos de algo mais robusto, o site http://sociedademilitarcom.br/ permaneceu offline por sete horas seguidas até que se conseguisse restabelecer o sistema.

Se a esquerda está com medo de que as informações cheguem ao mundo é sinal que estamos avançando em nossa meta de moralizar esse país.

No Rio de janeiro a galera também foi para as ruas. A maior concentração foi em Copacabana, em frente ao Copacabana Palace, Bolsonaro compareceu. Em Fortaleza e outras cidades também houveram manifestações.

Na manifestação de São Paulo havia dois grandes grupos, com reivindicações claras. Algumas pessoas, ligadas ao movimento MBR, pediam intervenção militar, o que aborreceu, e emburreceu o Lobão. Que abandonou o movimento em pouco tempo, mostrando pra todo mundo sua insatisfação e fazendo alarde do que agora se chama de “racha”. Lobão tem que levar em consideração que o Próprio Olavo de carvalho, seu principal guru, foi um dos que mais pediu a ajuda dos militares para acabar com os desmandos do PT, convencendo milhares de pessoas de que essa era a melhor opção. Agora não é possível “desfazer” tão rápido a cabeça do pessoal.

Já que se aventura em meio ao ambiente político, o cantor tem que ser mais flexível e traduzir o pedido da rapaziada mais radical em algo mais racional. Poderia ter ficado e dito algo assim: “Vejam só pessoal, o Partido do Governo emporcalhou tanto o país que alguns nem acreditam mais na democracia, e por isso pedem intervenção militar”. Depois emendaria assim: “Galera da MBR, agradecemos aos militares por terem nos livrado do comunismo no passado, mas fiquem tranquilos, as manifestações estão crescendo, sociedade não vai deixar que as coisas cheguem a esse ponto, vamos virar a mesa democraticamente.”.

Mas o cantor não falou nada disso, pelo contrário. Se descontrolou, chamou todo mundo de cretino, ficou estressado e pagou mico. No final ele voltou ao evento, impondo condições para fazer isso, como se este dependesse dele. Mas o estrago foi feito.

Aparecer não parece ser o caso de Lobão, quem leu seu livro percebe que já tem uma visão de mundo bastante racional. Contudo, todos perceberam que o cara pirou. Quando se está a frente de milhares de pessoas ha muito o que se ponderar nas ações e reações. Pode-se por tudo a perder por conta de poucas palavras ditas.

Uma pequena advertência. Deixem as coisas acontecerem, a mobilização popular de direita é auto-controlada, justamente por ser formada de pessoas esclarecidas, que defendem ideais já construidos. As idéias então são colocadas em abundância nas redes e nas ruas, são filtradas, daí se forma uma massa crítica. As idéias infrutíferas naturalmente serão abandonadas e o movimento continuará com aquilo que for abraçado pela maioria. Não deixem criticas de fora e dedos apontados pela mídia quebrarem a continuidade. A estanqueidade é uma característica indispensável para que qualquer plano de batalha seja bem sucedido. Se a imprensa não está mostrando os eventos não é porque alguns pedem intervenção, faz isso cumprindo orientações “superiores”.

Lembrem-se que nenhum governo caiu com duas manifestações apenas, isso é só o começo e a mobilização tende a crescer.

Estabeleça um primeiro foco. Reunir cinquenta mil, por exemplo. Se não houver racha o povo vai se aglomerar, mais da metade dos brasileiros rechaça o atual governo, e a mensagem das ruas, independente de se pedir intervenção dos militares, um ataque de marcianos ou um processo “legal” no supremo, é: ESTAMOS INSATISFEITOS, TIREM ESSE GOVERNO.
Falta de aviso não foi, ontem publicamos um artigo (Aqui) que advertia sobre o risco de racha ainda na gênese desse movimento. E sabemos que a “organização” do evento leu. Mas ainda dá tempo pra emendar. Como já dissemos, isso é só o começo.

Política se faz conversando, cedendo e conquistando. Nunca se deve desfazer de companheiros que buscam o mesmo objetivo pelo simples facto de percorrerem caminhos diferentes. Outro conselho. Nunca discutam em público, nunca exponha membros de seu exército, e muito menos ONLINE. Isso fornece munição para o inimigo.

Musicas cantadas: O PT roubou…. , 123 lula pro xadrez, Hoje eu sou feliz eu vim pra rua pra buscar o meu país.

Robson A.D.Silva – Cientista Social

Compartilhe

Mais acessados da semana

To Top